Menu Close

CBDU – Formas úteis de fazer buscas no Google

CBDU

Saber pesquisar CBDU informações no Google rapidamente economiza tempo e requer alguma habilidade. Por outro lado, nos tempos em que vivemos, o tempo é um dos bens mais preciosos.

Por isso, tenho certeza de que no futuro alguns desses truques serão úteis para você, pois hoje vou explicar maneiras de realizar pesquisas avançadas no Google usando comandos. Especificamente, vou explicar os comandos que utilizo na minha primeira abordagem a uma página web quando tenho que realizar uma consultoria de SEO.

Muitos desses comandos serão úteis para você em suas buscas do dia a dia e outros que você pode não usar com muita frequência a menos que se dedique ao mundo do SEO e do Posicionamento Web. De qualquer forma, incluo todos aqueles que me parecem interessantes e encorajo você a tentar usar vários deles juntos, para que você possa ver o quão avançada pode ser sua pesquisa.

CBDU

Busca entre aspas: Quase todo mundo sabe a utilidade da busca com aspas: “marketing online inteligente”. Para quem não conhece, explico brevemente; Ao inserir uma pesquisa entre aspas no Google, os resultados que o mecanismo de pesquisa nos mostra são os das páginas da Web que contêm a frase exata que colocamos entre aspas.

Pesquisar em uma web: Para realizar uma pesquisa em uma web, o comando usado é site: www.url.com. Se colocarmos o site sem os 3w’s no Google, o motor de busca irá oferecer-lhe todos os resultados que estão num site incluindo os seus subdomínios. Se colocarmos a mesma pesquisa mas com os 3w’s, então o motor de busca irá excluir os subdomínios.

Para pesquisar um termo ou frase exata dentro de um domínio, tudo o que precisamos fazer é realizar a pesquisa no site e incluir a frase que queremos em seguida, que também pode ser colocada entre aspas. Ex: Procurar o edital de bolsas do Ministério das Relações Exteriores. A busca no site também pode ter muitos outros usos dentro do mundo do SEO, como fazer uma análise da indexação que o Google faz de uma página web.

Pesquisa definida: quando queremos que o Google defina um termo para nós, a maneira de fazer isso é adicionar a expressão define:yahoo. Escolhi a palavra Yahoo por puro vício, pois voltando ao livro de Jonathan Swift, As Viagens de Gulliver, a definição que o Google nos oferece ao pesquisar no Yahoo é a de uma pessoa barulhenta, violenta e rude. O que eu acho bem engraçado e um tanto irônico.

Pesquisa por tipo de arquivo: Filtramos as pesquisas CBDU por tipo de arquivo. Nos meus dias de pesquisador, achei esse tipo de pesquisa extraordinariamente útil em combinação com pesquisa de sites e citações. Por exemplo, procurar um PDF que fale sobre a dívida pública no site do Banco do Brasil.

O comando (+): Ao adicionar um sinal de mais (+) antes de uma pesquisa, você está dizendo ao Google para mostrar exatamente esse termo, excluindo sinônimos, acrônimos e outros. Um exemplo do que quero dizer é quando você pesquisa no Google por termos como MJ (o Google lhe dará Michael Jordan de volta) ou OT (na Espanha, o Google nos dará Operação Triunfo). Ao incluir o +MJ, você está forçando o Google a mostrar apenas resultados que contenham MJ sem fazer qualquer interpretação do que você quer dizer com essa pesquisa.

O comando (-): Funciona exatamente da mesma forma que o comando (+), mas desta vez o faz ao contrário. Na prática, é muito útil filtrar resultados de pesquisa que você não deseja que contenham determinados termos.

O comando (|): Esta barra horizontal passa a significar este “ou” o outro. É útil quando você está analisando vários termos em um determinado conjunto de dados.

O comando (*): O asterisco funciona como um curinga. Quando você o coloca na frente de uma palavra e dentro de uma frase, você está dizendo ao Google para pesquisar a frase exata que você pediu, mas que ele pode trocar a palavra asterisco por outra.

Pesquisas Avançadas do Google – Pesquisa Relacionada: O atributo relacionado é usado para obter resultados de páginas da web semelhantes à que incluímos. Exemplo de pesquisa relacionada do site SEOMOZ. Embora não seja o atributo que mais gosto, é útil em certas ocasiões saber que tipo de sites o Google associa como semelhantes ou semelhantes ao seu.

CBDU

Cache de pesquisa: O cache de pesquisa é a cópia de backup que os robôs do Google mantêm de todas as páginas da Web que foram indexadas em algum momento pelos robôs de pesquisa. Do ponto de vista de SEO, é importante porque mostra exatamente o que o Google vê ao visitar um site. Exemplo do cache que o Google tem do Quiwiq. Para pesquisar a cache, como em ocasiões anteriores, basta incluir cache: url na barra de navegação.

Search Info: O atributo info é usado para obter grande parte das informações que vimos acima, mas de relance, já que o Google nos agrupa entre 3 e 5 links onde podemos encontrar (o cache de navegação na web, páginas semelhantes (relacionadas:) , páginas esse link para esse site (link:), as páginas indexadas do site (site:) e as páginas da web que contêm o URL inserido (“URL”) pesquisa de informações da Wikipédia.

Pesquisa de links: Graças a esta pesquisa, podemos descobrir quais são os links que apontam para um site e estão dando mais autoridade a ele. (por exemplo, links apontando para SEOMOZ).

Esta busca não é muito representativa quando estamos usando outras ferramentas mais avançadas como o Google Webmaster Tools, mas ainda é interessante quando queremos analisar os links externos mais importantes que apontam para uma página web de tamanho considerável.

Inurl Search: Este tipo de pesquisa é usado para pesquisar palavras ou expressões nas URLs das páginas da web. Aqui eu escolhi dois bons exemplos: URLs com a letra ñ = 603.000. URL’s com 3W’s: 25.200 milhões de URL’s.

Allintitle search: Funciona da mesma forma que a pesquisa Inurl, mas desta vez a pesquisa só nos mostra os sites que têm a palavra-chave ou palavras-chave no título de qualquer uma de suas páginas. Para refinar ao máximo uma pesquisa, é recomendável fazê-lo com aspas incluídas. Por exemplo, páginas que contenham o termo “loja online”.

Pesquisa Allintext: Funciona da mesma forma que a pesquisa Allintitle, mas desta vez a pesquisa mostra apenas os sites que possuem a palavra-chave ou palavras-chave no corpo do texto de uma de suas páginas.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.